Giniton Lages, delegado da 16ª DP fala de atuação da Polícia Civil

Giniton Lages, delegado da 16ª DP fala de atuação da Polícia Civil

A equipe de reportagem da Câmara Comunitária da Barra foi até a 16ª DP
entrevistar o delegado titular GINITON LAGES. Ele tem 12 anos de
polícia e 9 deles voltados para os crimes da divisão de homicídios, tendo
assumido a titularidade da 16ªDP em fevereiro de 2020.

Giniton Lages, Delegado 16ª DP


Resultado da Entrevista realizada :

CCBT > QUAIS AS PRIORIDADES IDENTIFICADAS NA SUA CHEGADA A 16ªDP?
DELEGADO > Fizemos um mapeamento das demandas do Bairro para saber quais seriam as nossas prioridades, mal sabíamos que seríamos surpreendidos em meio ao trabalho por uma pandemia, explicou.


CCBT > COMO TEM SE COMPORTADO AS OCORRÊNCIAS CRIMINAIS?
DELEGADO > Neste período de Pandemia, aumentou muito a incidência de estelionato. Criminosos têm se aproveitado que as pessoas estão em casa para aplicarem os mais diferentes golpes e fraudes, utilizando plataformas digitais e construção de páginas fake, induzindo as vítimas a realizarem depósitos ou compras sem que percebam que estão sendo enganadas. A clonagem de Whatsapp para obtenção de depósitos fraudulentos
também tem se tornado comum, seguramente facilitado pelo distanciamento das pessoas causado pela COVID 19. Para o combate deste aumento de crimes, criamos na nossa unidade um Núcleo Especializado em Fraudes, composto de um Delegado e quatro policiais.


CCBT > QUAL A SUA ORIENTAÇÃO PARA OS MORADORES DA BARRA?

DELEGADO > É de extrema importância a população estar sempre vigilante, os criminosos, nos casos de condomínio, buscam as possíveis falhas, descuidos e facilidades nos protocolos de segurança. É preciso redobrar ainda mais a segurança no acesso aos condomínios. No que se refere às prestadoras de serviço, cabe aos funcionários prestarem atenção nas características dos veículos e uniformes das pessoas e aos condôminos cabe checar as informações necessárias diretamente com as concessionárias.

CCBT > QUAIS OS CRIMES QUE MAIS INCOMODAM A POPULAÇÃO?
DELEGADO >
São os furtos e roubos. Com a reabertura gradativa do comércio e mais pessoas saindo às ruas, o foco do trabalho da equipe da 16ª tem sido no controle das manchas criminais. Dessa forma, eles conseguem definir os locais e horários mais críticos para, juntamente com o 31º BPM e o Programa Barra Presente, poderem atuar de forma estratégica e permanente para reduzir estas incidências de crimes.


CCBT > COMO SE PODE INIBIR O CRESCIMENTO DOS FURTOS E ROUBOS?
DELEGADO >
Com a participação do Barra Presente, estamos identificando os horários e os locais específicos para controlar esses índices. Digo que é preciso sempre colocar de maneira muito simples que Segurança Pública se faz com tecnologia, inovação e ocupação de espaço.Se não deixarmos espaços o crime não tem como sobreviver.

CCBT > COMO A COMUNIDADE PODE SER ALIADA AO TRABALHO DA 16ªDP?
DELEGADO > Vejo que a CCBT e outras entidades no bairro, podem ser importantes plataformas para dimensionar trabalho da Polícia Judiciária. Ter principalmente a CCBT como canal de diálogo com a comunidade da Barra da Tijuca é decisivo para agirmos melhor, principalmente, na missão de tornar nossas ruas mais seguras. Juntos seremos mais fortes.


CCBT > SUA MENSAGEM PARA A COMUNIDADE DA BARRA DA TIJUCA.
DELEGADO >
Espero poder contar sempre com o apoio de toda a população local e pedir para que continuem confiando na Polícia Civil e Militar do Rio de Janeiro. Além disso, é preciso participar, pois eu digo que Segurança Pública não se faz sozinho. Segurança Pública é um direito de todos, mas é dever de cada um de nós contribuir para que ela tenha êxito. Caso seja assaltado, furtado ou lesado por alguém não deixe de fazer o registro de ocorrência.

Categorias CCBT Informa

Escreva um comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campo obrigatório*