Encontro de síndicos movimenta a Barra da Tijuca

Encontro de síndicos movimenta a Barra da Tijuca

Fotos do evento:http://bit.ly/Encontrodesindicos2017

Encontro de síndicos movimenta a Barra da Tijuca

Evento reuniu mais 400 pessoas entre expositores, palestrantes, síndicos e moradores de diversos bairros do Rio de Janeiro.

 

Rio, 26 de junho de 2017 – Nos últimos dias 23 e 24, aconteceu na sede da Câmara Comunitária da Barra da Tijuca mais uma edição do Encontro de síndicos, evento promovido pela CCBT e pela ABADI. Estiveram presentes mais de 400 pessoas e 40 expositores interessados em trocar experiências e informações sobre melhoria, modernização de infraestrutura e serviços condominiais, e esclarecer dúvidas jurídicas com especialistas da área.

Na sexta-feira, dia 23, foi a abertura com a palestra do desembargador, Sylvio Capanema, que tratou das possibilidades de pequenos fóruns nos condomínios para resolver discussões jurídicas. O desembargador explicou também o artigo 384 que fala a respeito da ata notarial, uma ferramenta jurídica que pode ser utilizado tanto pelo síndico como o morador.  A noite terminou com um coquetel e abertura dos stands dos expositores.

O dia 24, sábado, começou com a palestra de João Luiz Martins Costa, professor de Administração Pessoal do Núcleo de Formação e Excelência Imobiliária (NUFEI) da ABADI que debateu com os presentes questões sobre contratações e terceirizações dos funcionários nos condomínios. Em seguida, foi a vez do palestrante Ricardo Correa, da Carvalho Hosken, apresentar o tema sobre convivência em condomínios.

No período da tarde os deputados estaduais Flávio Bolsonaro e Paulo Ramos apresentaram aos presentes o anteprojeto de lei da legislação do gás. A arquiteta Adriana Roxo, especialista em vistoria predial, debateu junto com os presentes sugestões para o projeto da nova legislação.

O deputado Flavio Bolsonaro expôs alguns pontos do anteprojeto como responsabilidade da vistoria ficar a cargo de profissionais habilitados pelo CREA e não somente pelas oito empresas credenciadas pelo Inmetro. Outro ponto do anteprojeto foi referente à possibilidade da inspeção começar se baseando pelo critério do tempo da edificação, ou seja, pelos prédios que têm 25 anos ou mais, e não por um bairro determinado.

Bolsonaro deixou claro que o anteprojeto ainda será discutido com os órgãos competentes, associações de moradores, e a sociedade civil organizada interessada no assunto.

Para finalizar o dia, foi realizado o workshop jurídico com Dr. Marcelo Borges, sobre as responsabilidades inerentes ao condomínio. Os síndicos aproveitaram a presença do advogado para esclarecer dúvidas jurídicas sobre seus condomínios.

 

 

 

Categorias 25 Anos, Eventos na CCBT